Aprende as Regras

Aprende as Regras

Regras básicas do Futsal

 

Objetivo: Introduzir a bola na baliza do adversário e impedir que este marque golo.

Número de jogadores: 12 por equipa (5 efetivos e 7 suplentes).

Duração do jogo: 2 x 20 minutos (10 minutos de intervalo)

 

Início de jogo

O início do jogo é realizado através de pontapé de saída, podendo obter-se golo diretamente. A bola encontra-se parada na marca de meio-campo, com todos os jogadores no respetivo meio-campo. Os jogadores adversários colocam-se fora do círculo central (raio de 3 metros). A bola tem de ser obrigatoriamente tocada para a frente.

 

Reposição da bola em jogo

Lançamento de baliza – Sempre que a bola ultrapassa completamente a linha de baliza, tocada em último lugar por um jogador da equipa atacante. É reposta em jogo, pelo guarda-redes da seguinte forma:

- A bola só entra em jogo, após ter saído da área de grande penalidade;

- A bola deve ser “lançada” com a mão de qualquer ponto da área de grande penalidade;

- O guarda-redes dispõe de 4 segundos para efetuar o lançamento.

Nunca se pode obter golo diretamente, a partir de um lançamento de baliza. Não se pode jogar a bola pela segunda vez, até esta ser jogada por outro jogador.

 

Pontapé de linha lateral

Sempre que a bola ultrapassa completamente a linha lateral ou bata no teto. Para a sua execução a bola deve ser colocada sobre a linha lateral no local onde saiu. É executado com o pé. Os jogadores adversários devem estar pelo menos a 5 metros da bola e o executante dispõe de 4 segundos para efetuar o pontapé.

Não se pode marcar golo diretamente a partir do pontapé de linha lateral.

 

Pontapé de Canto

Sempre que a bola seja tocada em último lugar por um jogador da equipa que defende, ultrapassando completamente a linha de baliza. É reposta em jogo pela equipa atacante da seguinte forma:

- A bola é colocada dentro do quarto de círculo mais próximo;

- A bola entra em jogo, logo que seja pontapeada por um jogador da equipa atacante; - os jogadores adversários devem estar pelo menos a 5 metros da bola;

- O executante dispõe de 4 segundos para efetuar o pontapé;

- Pode obter-se golo diretamente, a partir de um pontapé de canto.

 

Pontapé livre indireto

É concedido quando:

- Há obstrução intencional, carregar o guarda-redes no interior da área de grande penalidade ou jogar a bola de maneira que o árbitro considere perigosa. Se estas faltas forem cometidas no interior da área de grande penalidade, o pontapé livre indireto deverá ser marcado com a bola colocada sobre a linha de 6 metros, no ponto mais próximo do local onde ocorreu a falta.

Relativamente ao guarda-redes, também constituem motivo para penalização com pontapé livre indireto, as seguintes situações:

- Tocar ou controlar a bola com as mãos, quando passada com o pé por um companheiro;

- Tocar ou controlar a bola mais do que 4 segundos, com as mãos ou com os pés, no seu meio-campo.

- Se, depois de a bola ser reposta em jogo, voltar a recebe-la de um companheiro de equipa, sem que esta tenha passado a linha de meio-campo ou tenha sido tocada ou jogada por um jogador adversário.

 

Pontapé livre direto  

É considerado quando:

- um jogador tocar a bola com a mão ou braço (exceto o guarda-redes na sua área de grande penalidade); tentar dar ou dar um pontapé num adversário; tentar ou passar uma rasteira a um adversário; saltar sobre um adversário; Carregar um adversário, mesmo com o ombro; tentar agredir ou agredir um adversário; empurrar um adversário; agarrar um adversário; cuspir sobre um adversário; deslizar no solo para tentar jogar a bola.

Todos os pontapés livres diretos são marcados no local onde as faltas são cometidas. Todas estas faltas são acumuláveis. Nos pontapés livres, assinalados para as primeiras 5 faltas é permitida a formação de barreira; os adversários devem permanecer à distância de 5 metros da bola e pode ser obtido golo diretamente.

 

 

Pontapé de grande penalidade

Quando uma das faltas que dá direito a pontapé livre direto, for cometida dentro da área de grande penalidade, é assinalada grande penalidade. O guarda-redes deve colocar-se sobre a linha de baliza, em frente ao executante, entre os postes da baliza, até ao momento em que a bola é pontapeada.

 

Equipa de arbitragem

O jogo é dirigido pelo árbitro, que deve aplicar as leis do jogo e tomar as medidas disciplinares mais apropriadas às infrações respetivas. O segundo-árbitro deve ajudar o árbitro a controlar o jogo, de acordo com as suas leis, deslocando-se no lado oposto ao do árbitro. O cronometrista controla o tempo útil de tempo jogado, os descontos de 1 minuto de tempo “morto”, os dois minutos de tempo efetivo de castigo, no caso de expulsão de um jogador.

 

Atitude disciplinar

Um jogador é advertido (advertência com cartão amarelo) quando comete uma das seguintes faltas:

- Tem um comportamento antidesportivo;

- Manifesta desacordo, por palavras ou por atos;

- Infringe constantemente as leis do jogo;

- Retarda o começo do jogo;

- Não respeita a distância regulamentar, na marcação de um pontapé de canto, pontapé de linha lateral, pontapé livre ou lançamento de baliza;

- Entra ou reentra no recinto de jogo, sem autorização do árbitro ou infringe a regra das substituições;

- Abandona deliberadamente o recinto de jogo, sem autorização do árbitro.

 

Um jogador pode ser expulso (com cartão vermelho) do recinto de jogo, quando comete uma das seguintes faltas:

- Manifesta conduta violenta;

- Tem atos de brutalidade;

- “Cospe” num adversário ou sobre qualquer outra pessoa;

- Impede ou anula uma ocasião clara de golo, tocando deliberadamente a bola com a mão (exceto o guarda-redes);

- Impede uma ocasião de golo a um adversário, que se dirija para a baliza, cometendo uma falta passível de um pontapé livre ou de um pontapé de grande penalidade;

- Usa linguagem ou gestos ofensivos, injuriosos ou grosseiros;

- Recebe uma segunda advertência, no decorrer do mesmo jogo.